VIII Seminário de Linguagens & Quarta Bienal de Música Brasileira Contemporânea de Mato Grosso

Começa na próxima terça-feira (5) o VIII Seminário de Linguagens & Quarta Bienal de Música Brasileira Contemporânea de Mato Grosso. Os eventos acontecem, simultaneamente, do dia 5 ao dia 13. O credenciamento e as inscrições para ouvintes e minicursos serão feitos ao longo do dia, das 8h às 11h e das 14h às 17h, no auditório do Instituto de Linguagens (IL), da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). O valor da taxa de inscrição é R$ 40,00.

 A abertura será realizada, às 19h, no Teatro Universitário (TU), pelo Grupo de Percussão do Departamento de Artes da UFMT, com a execução da obra “Toccata Amazônica”, do compositor brasileiro Dimitri Cervo, e pelo quarteto Sensembow, que preparou um repertório exclusivo de músicas para a ocasião – “Playground”, composição de Nelsindo de Moraes, “Planeta dos Macacos”, de Pauxy Gentil-Nunes, e “Rito Inicial”, uma composição criada coletivamente pelo grupo.

 Após o concerto, ocorrerá a conferência ´´Desafios contemporâneos: a obra de arte e a comunicação de percepções´´, ministrada pelo professor Marcos Nogueira, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

 Na quarta-feira serão apresentados, nas salas de aula do IL, grupos de trabalho. As atividades dos grupos iniciam às 8h e terminam às14h. Em seguida, começa a mesa-redonda ´´Trajetórias de Almeida Prado´´, com estudiosos da Unicamp, USP, UFMT e da Universidade de Valladolid, na Espanha. Mais tarde, às 18h30, começam as oficinas e os minicursos, nas salas de aula do IL. A última atividade do dia será o concerto do Grupo Sextante, no Teatro do Sesc Arsenal, às 20h.

 Entre os convidados estão importantes nomes da música contemporânea, como o Grupo Sextante, Duo Passos & Abreu, Fernando Rocha e Ana Claudia Assis, Martha Herr e Ingrid Barancoski, Pauxy Gentil Nunes e Marina Spoladore, Gilson Antunes, Quarteto de Cordas da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Cristina Dignart na Música Eletroacústica, Gilberto Mendes, Edson Zampronha, Mauricio Dottori, Silvio Ferraz, dentre outros.

 O Seminário deste ano tem como tema “Linguagens: desafios contemporâneos” que, segundo a organização, “abarca questões prementes, polarizadas principalmente entre o desempenho da educação e a crítica a um modelo de sociedade formatada por padrões comerciais, mas que luta para se auto-referenciar, em vozes contrárias à situação corrente.”

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s